Garagem é um lugar onde se guardam carros.-.Garagem é o lugar onde a banda toca.-.Garagem é o lugar onde se guardam as ferramentas.-.Mas essa garagem é um lugar diferente.-.Que nem todo mundo entende...

quarta-feira, 28 de março de 2012

Os "Artesãos" do próprio destino...

O projeto de arte e cultura desenvolvido pelo setor de terapia ocupacional rendeu grandes frutos ao longo do ano de 2011, desencadeando a segunda Exposição de arte em Papel.

Visando promover, integrar e contribuir, a atividade de arte em papel proposta, traz não somente a importância do aspecto funcional, fortalecendo a musculatura e prevenindo deformidades, como também a descoberta de uma nova possibilidade, não apenas como trabalho, mas como terapia, unindo prazer e eficácia, assim trabalhando coletivamente ou individualmente o terapeuta estimula a criatividade do paciente melhorando a interação social e falta de interesse.

O trabalho na forma de “Empréstimo de desejo” (Terapeuta Ocupacional sugere e/ou indica uma atividade e a partir da proposta o paciente usa sua própria criatividade) trouxe um resultado final enriquecedor, foram 19 obras construídas, magníficos e minuciosos trabalhos coletivos e individuais.


video
Video - Confecção Coletiva - Ligue o som

Estes trabalhos foram expostos na Galeria Moreira Sales, uma cortesia do Espaço Itaú de Cinema, em parceria com a Empresa BEI Editora em Dezembro de 2011, juntamente à recepção de confraternização (Vide arquivo Garagem) que acontece todos os anos aos pacientes e familiares associados da Abdim no Shopping Frei Caneca Espaço Arteplex.

A Exposição trouxe um tema social provocador “Qual é o destino do seu papel”?

Instigando a consciência ecológica do visitante e mostrando que podemos contribuir com o planeta de forma harmoniosa, produzindo beleza e elegância reutilizando papel.

Nossa terceira Galeria ”Espaço Criativo” reúne orgulhosamente todos esses trabalhos, que são, grande prova de que a união faz a força e que “Ninguém é tão bom, quanto TODOS nós juntos”.

video
                                                    Video Exposição/Galeria - Ligue o som


"O valor das coisas não está no tempo em que elas duram, mas na intensidade com que acontecem.
        Por isso existem momentos inesqueciveis, coisas inexplicáveis e pessoas imcomparáveis"
                                                             ( Fernando Pessoa) 
 

terça-feira, 13 de março de 2012

Cadeirante tira habilitação para pilotar moto adaptada.


Cadeirante José Domingues é o primeiro do país a incluir categoria A na CNH
 (Foto: Hélder Rafael/G1 MS)


 Triciclo especial foi batizado de 'Biga' e atinge até 80 km/h.



Veículo tem alavancas para baixar plataforma e travas que prendem cadeira.


 
 
 
 
 
 
 
 
Cadeirantes que buscam meios rápidos de locomoção nas cidades já podem ter acesso a uma alternativa ao carro e ao transporte coletivo. Um triciclo especial, produzido por uma fábrica em Mato Grosso do Sul, permite que deficientes físicos com membros inferiores sem mobilidade ou amputados tirem habilitação na categoria A, que inclui motos e triciclos.

Na última quarta-feira (7), o carioca José Henrique Domingues, de 59 anos, tornou-se o primeiro no estado a fazer a inclusão dessa categoria na Carteira Nacional de Habilitação (CNH), segundo o Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MS). A bordo do triciclo especial, ele foi aprovado no exame prático realizado no pátio do órgão, em Campo Grande.

Domingues, que mora no Rio de Janeiro e trabalha como técnico em contabilidade, conta que é cadeirante há quatro anos, desde que começou a ter complicações por causa da esclerose múltipla. No ano passado, depois de ler sobre o triciclo especial, ele decidiu tirar a habilitação no Rio de Janeiro, mas esbarrou na desinformação."Cheguei ao Detran do Rio, mas lá ninguém sabia como aplicar as provas. Diziam que não tinha jeito. Juntei várias informações sobre o triciclo e protocolei um processo, aguardei quatro meses e não me deram resposta até hoje. Aí decidi viajar até Campo Grande para comprar o triciclo e tirar a carteira", relata.

O Detran de Mato Grosso do Sul é o único a dispor de um centro de formação de condutores voltado aos deficientes físicos, de acordo com o órgão. As aulas teóricas podem ser feitas em centros convencionais, e as aulas práticas nas categorias A e B são oferecidas de graça pelo departamento. O centro possui automóveis adaptados e um triciclo especial do mesmo modelo que foi adquirido por Domingues.

"Ele começou como todo aluno, com dificuldades no início, achando que não daria conta. Agora ele está aí, aprovado", diz o instrutor.


                                                                                                                                                                                 

O garagemonline parabeniza o Sr José Henrique Domingues pela sua insistencia e perseverança. Quando tudo e todos resolvem fechar os caminhos e querem que realmente desistamos dos nossos objetivos, o "correr" atrás utilizando as armas que se tem a mão na maioria das vezes dá resultado.
Esse é um exemplo a ser seguido.

Veja mais detalhes e matéria completa em :

quarta-feira, 7 de março de 2012

Para não termos um Congresso para lamentar...

imagem retirada do site:
 http://marciowanderley.blogspot.com/2012/01/lei-de-reforma-do-congresso-de-2012.html


Esta é uma ideia que realmente deve ser FORTALECIDA entre Nós!

Manifesto:

Lei de Reforma do Congresso de 2012 (emenda da Constituição do Brasil):

1. O congressista receberá salário somente durante o mandato. E não terá direito à aposentadoria diferenciada em decorrência do mandato.

2. O Congresso contribui para o INSS. Todo o fundo (passado, presente e futuro) atual no fundo de aposentadoria do Congresso passará para o

regime do INSS imediatamente. O Congressista participa dos benefícios dentro do regime do INSS exatamente como todos os outros brasileiros. O fundo de aposentadoria não pode ser usado para qualquer outra finalidade.

3. O congressista deve pagar para seu plano de aposentadoria, assim como todos os brasileiros.

4. O Congresso deixa de votar seu próprio aumento de salário, que será objeto de plebiscito.

5. O congressista perde seu seguro atual de saúde e participa do mesmo sistema de saúde como o povo brasileiro.

6. O congressista está sujeito às mesmas leis que o povo brasileiro..

7. Servir no Congresso é uma honra, não uma carreira. Parlamentares devem servir os seus termos (não mais de 2), depois ir para casa e procurar emprego. Ex-congressista não pode ser um lobista.

8. Todos os votos serão obrigatoriamente abertos, permitindo que os eleitores fiscalizem o real desempenho dos congressistas.

A hora para esta emenda na Constituição é AGORA.


É ASSIM QUE VOCÊ PODE CONSERTAR O CONGRESSO. Se você concorda com o

exposto, REPASSE, esta informação!!!

quinta-feira, 1 de março de 2012

Big Brother da Garagem ( Por André Hidemi )


André Bial

As vidas enclausuradas dos participantes de reality show provocam curiosidade e polêmica ao público que diariamente os acompanham espiando daqui de fora.


Vence o jogo do relacionamento confinado, a pessoa que resistir à pressão psicológica e cativar o público, que é merecedor do prêmio.


Nosso companheiro André Suegama, soltou a criatividade e formulou fantasias da sua imaginação com o BBB da Garagem.


E essa parodia do André também nos faz refletir o quanto estamos expostos e vigiados nos dias de hoje. Será mesmo que precisamos ter a privacidade tão invadida em nome da segurança e nossas vidas e dos familiares tão a serviço da curiosidade alheia nas redes sociais e coisas do tipo?

Confira e divirta-se!
Imagina se a Garagem fosse filmada 24 horas por dia, para todo o Brasil, com câmeras espalhadas por toda a parte, sendo parte do pay per view, com espelhos filmando tudo, microfones revelando e gravando tudo que a gente diz, sob isolamento total do mundo exterior, sem saber o que acontece no mundo, com vinte pessoas diferentes querendo fama e um prêmio de 1,5 milhão de reais, vivendo apenas numa pequena casa.
Com certeza, essa seria uma experiência de vida inédita para todos os freqüentadores da Garagem. E se ainda tivesse a formação de paredão, a escolha de um favorito pelo público do Brasil inteiro, surpresas de todo tipo, o big fone, inúmeros prêmios como carros, casas e apartamentos, o chuveiro cheio de câmeras e mostrando tudo, shows de cantores e bandas famosas, a casa de vidro, a prova do líder, a prova de resistência, a prova do anjo, o castigo do anjo, top-less de graça, a prova da comida, as festas com bebida a vontade, Ana Maria Braga acordando cedo todos os participantes, a votação no confessionário, um apresentador mala metido a poeta, uma nova cantora da famosa música IARNUOU, as mulheres de biquíni na beira da piscina, de fio dental, as panelinhas, as pessoas bizarras com suas loucuras, alguém batendo panela, conversando com uma boneca, se fazendo de coitado, pessoas falando mal da gente, aqueles barracos todos e muita intriga.
Seria um sonho e seria muito interessante e curioso se pudéssemos montar o Big Brother da Garagem. Quem sabe esse sonho não se torna realidade, afinal não custa nada sonhar. Tai uma boa idéia para se pensar. Cada freqüentador da Garagem produzindo o próprio vídeo, se mostrando diante de câmeras, participando da seleção dos participantes e estando a um passo da fama e tal. Quem sabe surge ai um apresentador de TV, um ator da novela da Globo, algum integrante do Pânico, um cantor, um político, uma modelo ou alguma periguete.